Pro dia nascer feliz ©
Categoria: Música
Tags: ,

Se é sexta-feira, o meu dia nasce sempre mais feliz. A sexta é um dia abensonhado a bordo do qual seguimos em direção à paradisíaca ilha chamada sábado. Não há travessia mais prazerosa que a da sexta-feira. E nem amanhecer mais prazeroso que o do sábado. Quando tem feriado na sexta, aí é um despropósito de felicidade. Os feriados em geral, a propósito, são oásis no meio do calendário. Precisam ser vividos como a preciosidade que são no deserto dos dias. O que me salva é que, mesmo nos dias úteis, conto sempre com horinhas de oásis com as quais me deleito. Essas horinhas têm até hora marcada: sete da manhã e meio-dia. A primeira horinha é a da leitura. A segunda é a do almoço com uma amiga querida, momento preferido para dispor as abobrinhas que abundam no meu quintal de nonadas. Vê como sou feliz por nada? Basta a horinha de leitura de toda manhã pro meu dia nascer feliz. E sendo a horinha a de sexta-feira, não tem jeito: o dia nasce muito mais feliz.

© Nota de canapé: Uma canção do Cazuza, não sei se em parceria com Frejat. Ney Matogrosso gravou com sucesso.


(2)


    Eudes Arduini
    14 de janeiro de 2012

    Adorei o post de hoje! Nunca imaginei que lesse à primeira horinha… Vou tentar imitá-lo pra ver se leio com maior qualidade.
    “Abensonhado” é seu?


    Tarlei
    14 de janeiro de 2012

    Meu querido leitor (me permita a presunção),
    sim, gosto de inaugurar meu dia com a leitura.
    Não, o neologismo é do Mia Couto, moçambicano abençoado com uma prosa ímpar.
    Abraços,
    Tarlei






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress