O guia dos curiosos ©
Categoria: Literatura

 

Se o raro leitor é curioso, vai gostar de saber a origem dos títulos que batizam os vários recantos do blog.

Aviso aos navegantes, seção que anuncia as intenções do blog, é canção do Lulu Santos. Mergulho, que nomeia a seção de buscas, é canção do Gonzaguinha, morto precocemente em 1991. Perfil a lápis, breve retrato deste blogueiro em (des)construção, é crônica do Paulo Mendes Campos e está no livro O amor acaba. À deriva, seção de arquivo, é filme de Heitor Dhalia. Tem duas subseções chamadas A seta e o alvo, canção de Paulinho Moska e Nilo Romero. A seta é para o arquivo cronológico; e o alvo é para o arquivo por categoria. Navegar é preciso, seção dos links para alguns pixels de estimação, é livro dos primórdios da internet, de autoria do brasileiro Jack London – o título do livro é com ponto de interrogação, aqui omitido. Chega mais, a seção de comentários, é antigo sucesso da nossa Santa Rita de Sampa, a vovó roqueira Rita Lee. De volta ao começo é canção do Gonzaguinha e sinaliza o ir e vir da movimentação das telas.

Dito isto, só me resta desejar que o raro leitor se anime a navegar por aqui. 

 

© Nota de canapé: Primeiro livro do curioso Marcelo Duarte. A curiosidade do autor virou série temática com vários livros e virou página na rede.


(0)





© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress