Aqui e agora ©
Categoria: Música

Verso de uma canção do Gil: “O melhor lugar do mundo é aqui e agora”. O presente é um presente (e um lugar-comum – mas não importa), é o nosso tesouro, é a nossa única posse… Somos mestres em deixar que o presente perca a sua condição de maravilha ou de possibilidade de… Penso assim: na situação mais adversa há sempre uma fresta por onde pode entrar o beija-flor da alegria… E tudo vem de significar as nossas vidas com o máximo de sentido. Lembro-me de períodos muito ruins da minha vida. Ainda assim, achava um jeito de pôr uma flor onde só parecia haver espinhos. Um exemplo: mãe lavando roupa pra fora, eu trabalhando num escritório, almoço requentado e às pressas – eis um cenário com nenhuma graça. A graça que eu punha nesse cenário era comprar uma laranjinha (ou din-din nos dias de hoje) de tamarindo (o sabor preferido) para acompanhar o almoço que eu mesmo esquentava. Pode parecer bobagem, mas isso me dava uma enorme alegria. E posso inventariar outros tantos exemplos desse quilate. Quando a tristeza é senhora, eu sempre acho um jeito de iluminar um desvão qualquer da minha vida com o sol da alegria. O médico e psiquiatra austríaco Viktor Frankl, sobrevivente dos campos de concentração, relatou sua experiência no livro Em busca de sentido (entre outros), convertendo aquela experiência no processo terapêutico chamado “Logoterapia”. O grande motor de sua terapia é a conquista da liberdade interior, a força que permite a permanente construção de sentidos. Uma vida sem sentido não faz o menor sentido.

© Nota de canapé: Canção do Gilberto Gil. A gravação original está no LP Refavela.


(0)





© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress