Como uma onda ©
Categoria: Música

“Tudo muda o tempo todo no mundo”. Como uma onda, o mundo está em perpétuo movimento. Onde os ventos da mudança vêm assoprando com mais força é no mundo da tecnologia. E uma legião de tecnólatras segue o rumo dos ventos. Estão certos. Mas eu, desde sempre caminhando contra o vento e a bordo de uma imensa preguiça para os excessos próprios desse mundo, recuso quase todos os acenos da tecnologia. Sou uma espécie de tecnossauro, tão atrasado estou em tudo. Por exemplo: no dia em que eu, enfim, resolver entrar na onda do Twitter, é bem provável que nesse dia seja decretado o fim da era do Twitter. Não me importo. Cultivo o gosto do anacronismo. Meus ímpetos de atualização tecnológica só acontecem in extremis. Comprei há uns meses uma TV de LCD (esqueça que o up to date do momento é TV de LED), ainda não desembalada. Desatento que sou, esqueci de verificar se o aparelho já vem com o conversor digital embutido – e estou desconfiado que não. A TV permanecerá embalada por um tempo que não sei quanto. Terá o mesmo destino que tiveram as últimas aquisições – o DVD ficou mais de ano embalado; o notebook, quatro meses. E acabo de me lembrar que tenho embalado um aparelho de telefone sem fio para ligações convencionais e via Skype. Não vale perguntar por que é que alguém com Internet banda larga ainda usa telefonia convencional. Gosto mesmo de ir contra a corrente. Na minha última estada em Sampa, estive na famosa feira de antiguidades que se realiza no vão do Masp. Ah, por um triz não cedi à tentação de comprar um aparelho telefônico de discar! E não se trata de peça decorativa: os aparelhos todos funcionam. Acabo de decidir: quando voltar a Sampa, não volto de lá sem um aparelho de discar. Bobagem não querer parecer tão retrô. Sou retrô e pronto. Minha próxima investida retrô será a compra de um toca-discos – o meu 3 em 1 CCE está bastante capenga.

 

© Nota de canapé: Conhecidíssima parceria de Lulu Santos e Nelson Motta.


(0)





© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress