A felicidade ©
Categoria: Música

Gilberto Gil disse em algum lugar: “Há muitas formas de fazer música. Eu prefiro todas.” Eu digo: “Há muitas formas de ser feliz. Eu prefiro todas.” Só não vale ser feliz à custa da infelicidade de alguém. E também não vale a felicidade artificial das drogas. O resto tudo vale. Minha felicidade é zen e nem um pouco ruidosa. É muito mais da alma do que da geografia móvel do rosto. Minha felicidade não tá na cara… A alegria, sim… Esta é exibida, visível, tá toda na cara… A felicidade, não… A felicidade mora numa casa muito engraçada, não tem teto, não tem parede, mas na qual todo mundo pode entrar… Dizendo melhor: a felicidade pode entrar em todo mundo. A felicidade faz discreta folia na minha casa: entra e sai quando quer, não quando eu quero… Ah, mas que intrusa bem-vinda! Quando você quer que ela fique, ela insiste em sair: “Queira desculpar. Com licença. Preciso ir.” Quando você pensa que ela não virá, ela já está, há muito tempo que chegou e você nem havia percebido. Felicidade é assim: não tem hora pra chegar, mas, quando chega, chega com tudo. Põe uma corbelha de flores na sua alma e diz: “Vai, Tarlei, ser feliz na vida”. E você vai, claro… Fazer o quê?

 

© Nota de canapé: Parceria de Tom e Vinicius. Pedacinho da letra: “A felicidade (..) voa tão leve / Mas tem a vida breve / Precisa que haja vento sem parar”.


(4)


    Natália
    18 de junho de 2011

    ADOREI… É isso aí, titio!


    Tarlei
    18 de junho de 2011

    Oi, minha lindinha!
    Fico contente de você aparecer por aqui. Obrigado pelo comentário!
    Bjs,
    Tarlei


    Lúcia Vânia
    19 de junho de 2011

    Tarlei,
    Quando eu era pequena pensava: quando eu crescer vou ser feliz! Cresci. Os problemas cresceram também, e eu continuei em busca da felicidade. Pensei: quando eu encontrar meu príncipe encantado, aí, finalmente, serei feliz! Encontrei meu príncipe. Descobri que na maioria das vezes o príncipe que eu tanto sonhara, na maior parte do tempo era sapo. Mas, fui levando a vida. Conhecendo pessoas, morando em vários lugares, viajando. Até que descobri que a felicidade é feita de momentos. Por isso, curto muito esses momentos felizes, principalmente, quando estou ao lado das pessoas que gosto. Parabéns pelo seu blog! Muito bem escrito, inteligente, enfim, tudo que eu podia esperar de uma pessoa tão especial como você!
    Um beijo no coração,
    Lúcia Vânia


    Tarlei
    19 de junho de 2011

    Oi Lúcia,
    Que comentário lindo! Lindo e cheio de verdades. Concordo com tudo.
    No fim de tudo, esta certeza: a gente é feliz apesar de… Porque a felicidade é dentro. E sobre a felicidade ser feita de momentos, é bem o que disse Guimarães Rosa com outras palavras: “Felicidade, mesmo, só em horinhas de descuido”.
    Um beijo e obrigado pela visita e pelo comentário.
    Tarlei






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress