O lutador ©
Categoria: Literatura
Tags: ,

Fernando Sabino gostava de dizer que se o homem Sabino se encontrasse com o menino Sabino, ambos sairiam correndo um do outro. Eu radicalizo e digo que o meu espanto comigo mesmo não requer esse distanciamento etário. Espanto-me de conseguir ser tão obsessivo – é que uma obsessão precisa de energia pra se manter e eu sou medularmente preguiçoso. Só posso concluir que um obsessivo tem razões que a própria razão desconhece.

Dito isto, me sinto uma espécie de marceneiro lírico, um torneador de frases que bate na forja da língua quase todos os dias em busca de um texto mínimo. Saio desse embate sempre com a sensação de que pouco ou nada disse. E é justamente a sensação de fracasso que me faz insistir na luta vã de toda manhã. Esse vão comércio com as palavras, se traz a recompensa de alguns elogios baldios, está longe de trazer um contentamento íntimo. Digo, então, que escrevo por pirraça e também por precisão. O resultado é um amontoado de repetições por onde faço reverberar o que penso ser. E mais: não vejo fim para essa sina de me escrever desatento.

 

© Nota de canapé: Magistral poema de Carlos Drummond de Andrade. Pode ser lido aqui.


(0)





© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress