Raça ©
Categoria: Música

Elisa Lucinda é dona de uma fulgurante beleza. A maior expressão de seu brilho, contudo, está na palavra. Dizendo melhor: está na poesia falada. Sendo ainda mais preciso: está na poesia feita vida. O dom da beleza Elisa traz no próprio nome – Lucinda reverbera a palavra “linda”. O dom da palavra poética ela descobriu graças à mãe, Dona Givalda, e à professora Maria Filina. Hoje, a palavra de Lucinda está no papel (além dos vários livros, está todo sábado no jornal Correio Braziliense), no palco (A natureza do olhar, Parem de falar mal da rotina), na rede (www.escolalucinda.com.br/blog), nas notas (Lucinda assina algumas composições)… O sopro de sua palavra vibrante, urgente, necessária, inadiável, apaixonada e apaixonante encontra no palco a caixa de ressonância perfeita para dali tocar nossos corações, enchendo-os de poesia e vida. Parem de falar mal da rotina já tocou milhares deles. O espetáculo comunga com o que não se cansa dizer a santa do meu altar poético, Adélia Prado: “O cotidiano é o nosso tesouro. Nele está o extraordinário, está toda a nossa metafísica”. Ao ver a Elisa tão plena de si em excelente entrevista para a última edição da Revista Raça, lembro estes versos da canção Raça (ver nota de canapé): “Lá vem a força, lá vem a magia / Que me incendeia o corpo de alegria”. Elisa é da estirpe dos menestréis, dos saltimbancos…Ela e sua poesia, umbilicais, não se furtam de ir aonde povo está. Linda Lucinda! “Deus te preteje”1 e mantenha cheia de (g)raça!

(1) Canção do Itamar Assumpção que está no CD Pretobrás. A obra do Itamar foi toda relançada em uma Caixa Preta – genial! – e está à venda aqui.

© Nota de canapé: Belíssima parceria de Mílton Nascimento e Fernando Brant. A música é uma celebração da alegria, da força, mas, estranhamente, choro toda vez que a ouço.


(2)


    Eliane
    24 de novembro de 2012

    Muito lindo, Tarlei.
    Um texto sensível e verdadeiro.


    Tarlei
    24 de novembro de 2012

    Obrigado, Eliane. E porque estamos na semana da Consciência Negra, vou-me permitir ecoar uma invocação que está no texto: Deus nos preteje!!
    Abs,
    Tarlei






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress