Corpo de baile ©
Categoria: Literatura

O futebol é uma espécie de balé. Um balé veloz, um balé bruto, um balé que obedece à coreografia do instante, um balé feito de olés – mas um balé. É um balé que se vê com o coração dançando no peito. Não é preciso gostar de futebol para se encantar com a beleza plástica do bailado. A dança dos pés, as viagens da bola, os vôos do goleiro, os saltos acrobáticos, as quedas espetaculares, as pernas em abertura de quase cento e oitenta graus, a velocidade dos arranques – tudo isso faz a alegria da platéia. E é um duplo balé com uma platéia dividida. A apresentação conjunta dos dois balés busca o aplauso da torcida – que vem com força primal quando a bola bailarina balança a rede. Parte da platéia vibra, outra parte sofre. Embora se trate de apresentação bastante ensaiada por ambos os balés, ninguém sabe o desfecho que a coreografia do instante vai desenhar. A platéia que vibra no começo pode sofrer no final. E vice-versa. Nossa seleção vem se exibindo bem no balé da Copa. Já foram cinco apresentações, a última delas desfalcando nosso corpo de baile de seu principal bailarino, Neymar, que agora conta mais ainda com a força da torcida inteira. Não há de ser nada. Que essa rasteira sirva de estímulo para nossa seleção dar um baile na seleção alemã, no espetáculo da próxima terça-feira. É só jogar/bailar de corpo e alma. E temos jogadores/bailarinos pra isso. “Mostra tua força, Brasil!

© Nota de canapé: O nosso Guimarães Rosa dando um baile literário. O livro Corpo de baile foi lançado no mesmo ano (1956) do Grande sertão: veredas.


(2)


    Marineide Oliveira
    7 de julho de 2014

    Disse tudo, menininho!!! Bjos!
    “Que essa rasteira sirva de estímulo para nossa seleção dar um baile na seleção alemã, no espetáculo da próxima terça-feira. É só jogar/bailar de corpo e alma. E temos jogadores/bailarinos pra isso. “Mostra tua força, Brasil!”


    Tarlei
    7 de julho de 2014

    Obrigado, Mari!
    Disse tudo? Quem dera! Minha especialidade é dizer quase nada sobre quase tudo, inclusive de futebol.
    Bjs,
    Tarlei






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress