É hoje ©
Categoria: Música

É hoje o dia de o meu quarto próprio ficar entregue às mãos da Silvani e de eu ficar com o coração nas mãos pela possibilidade de algum estrago. Quando é dia de ela ir, tomo algumas pequenas providências preventivas: guardo notebook, guardo mouse, recolho fios etc. Ainda assim a margem de acidentes continua grande e devo admitir que a Silvani não é lá de todo culpada por algum estrago. Não é fácil se mover sem acidentes em meio a pilhas e pilhas de livros que ocupam todas as superfícies do quarto, em meio a caixas de coisas que compro e não tiro da embalagem. E tem as roupas. E tem os papéis. E tem os jornais. Afora essas pequenas providências de caráter preventivo, tem ainda providências práticas: deixar o dinheiro da diária e não deixar a porta trancada na chave tetra. Mais de uma vez a Silvani chegou e não pôde entrar. E também já me esqueci de deixar o dinheiro, mas esse esquecimento é administrável porque, sendo a Silvani também diarista de uma amiga do trabalho, o dinheiro chega a ela na mesma semana. Hoje não esqueci nada. Tudo em ordem. E espero encontrar o quarto em desordem, o que nunca acontece. Explico: a Silvani acaba mudando uma pilha de livros do lugar, uma pilha de roupas do lugar. Aí tenho de reconduzir tudo à desordem inicial. Isso quando não sou premiado com o bônus de algum estrago, de um copo quebrado, de um prato quebrado etc. Já me dou por satisfeito se isso não acontece. E assim vou levando a vida doméstica no mais imperfeito equilíbrio – com o auxílio luxuoso da querida Silvani, claro.

© Nota de canapé: Um samba-enredo gravado pelo Caetano Veloso.


(5)


    Angela Delgado
    17 de abril de 2013

    Que Silvani não molhe nenhum livro ou manche suas roupas, mas deixe tudo limpinho e cheiroso!
    Um bom-dia pra você.


    Tarlei
    17 de abril de 2013

    Silvani não é uma diarista perfeita, mas deixa o meu canto em quase perfeita ordem. Não peçamos muito.
    Abs,
    Tarlei


    Angela Delgado
    18 de abril de 2013

    Ah, esses patrões perfeitos!


    Tarlei
    18 de abril de 2013

    Longe de mim, Angela. Justamente por não ser perfeito é que não me incomodo com a não-perfeição da querida Silvani.
    Abs,
    Tarlei


    Angela Delgado
    19 de abril de 2013

    Pode estar certo de que pelo menos Silvani te acha perfeito sim, ou adora essa sua imperfeição, se é que ela disso se apercebe..
    Um bom dia pra você.






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress