Assaltaram a gramática ©
Categoria: Música

Estou longe de ser um purista gramatical. Se meus textos passassem por alguma faxina rigorosa, um monte de solecismos viria à tona. Gosto de correção, mas gosto também de me enriquecer com “a contribuição milionária de todos os erros”, com a “alma encantadora das ruas”. Gosto até certo ponto. A partir de certo ponto, fica difícil de tolerar os barbarismos que cometem certos arrombadores da gramática. Exemplifico com o texto de um cartaz afixado num local por onde passo: “Vende-se um conjuto de formas nova para fazer cofres de gesso Otimo envertimento.”

O mais grave de tudo não é a ausência de plural (em “nova”), de acento (em “ótimo”), de pontuação (depois de “gesso”), ou o possível erro de digitação (em “conjuto”). Isso é besteira. “Envertimento” é que é erro com “E” maiúsculo. Se bem que, comparado com o que já li nas minhas aventuras internáuticas, esse nem é um erro assim tão maiúsculo. Imaginar que quem escreveu o cartaz é um usuário de computador, máquina nada simples de operar, torna mais desalentadora a leitura de um desempenho por escrito tão sofrível. Na minha leitura, não se trata apenas de deficiência de escolarização. O que se revela aí, mais que despreparo, é um completo desinteresse pela língua escrita. Dizem os estudiosos que somos um povo de tradição eminentemente oral. É de se acreditar. A escrita que se pratica nas interações virtuais é assentada no registro oral. Um índice disso é a ausência de pontuação em muitas sentenças: escreve-se como se fala. A cultura do erro está tão disseminada que um texto vazado em linguagem correta chega a incomodar. Nas minhas interações virtuais, a única concessão é para as iniciais maiúsculas, que não uso. No mais, faço questão de acentos, plurais, concordâncias, ortografia e pontuação. Assaltaram a gramática, sim, mas não a minha gramática. Por enquanto.

© Nota de canapé: Parceria de Lulu Santos e Waly Salomão.


(0)





© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress