Cena de cinema ©
Categoria: Música
Tags: ,

(PSiu: Hoje é o dia do cinema brasileiro)

Estar sempre disponível para a observação da vida alheia é uma das delícias da solidão. Curioso do que se passa ao meu redor, tenho sempre olhos e ouvidos atentos. É claro que pratico a curiosidade com toda a discrição – a discrição que põe ares de desinteresse em quem se interessa absurdamente pelas ocorrências humanas, feito esta que passo a contar. No cinema, entre uma sessão e outra, espectadores entram e saem. Logo que me sento, vejo dois jovens da sessão anterior procurando algo que esqueceram na sala. Começamos a nos preocupar, eu e outros espectadores. O instinto solidário não nos falta. Perguntamo-nos solidários: o que terão perdido? Dinheiro? Celular? Documentos? O que quer que fosse, seria um transtorno. Aderimos todos ao aparente infortúnio dos rapazes. Até que um deles, desistindo da procura, e com todo ar de Mauricinho mimado, endinheirado, atira-nos estas palavras: “Putz, um Armani!” Entendo que o pobrezinho perdeu um (óculos) Armani. Sinto a brusca mudança de humor dos espectadores presentes. Antes solidários, somos envolvidos por uma onda de contrariedade e indignação. E não nos furtamos a dizer em silencioso uníssono: “Bem feito!” E lá se vão os jovens, sem o Armani, mas com toda a arrogância dos endinheirados. E nós, mastigando a insolência do comentário, mergulhamos no escuro do cinema e de nós mesmos – mas não ouso dizer o que secretamente desejamos àqueles jovens. Brasileiro é tão bonzinho!

© Nota de canapé: Música do Lobão.


(2)


    Alfredo
    21 de junho de 2012

    Olá.
    Seu blog é muito legal, conteúdo interessante e muito bem escrito.
    Parabéns.
    Até mais.


    Tarlei
    21 de junho de 2012

    Alfredo,
    muito obrigado pela visita e pelo comentário!
    Gosto de dizer que o blog é todo feito do que a vida, generosa, espalha, e que eu, paciente, recolho.
    Apareça sempre que puder. Será um prazer!
    Abs,
    Tarlei






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress