Lindeza ©
Categoria: Música

Há quem pense que só olho para o próprio umbigo. Se fosse verdade, responderia com estas palavras do poeta Manoel de Barros: “Não tenho forças para desencostar-me”. Eu penso que a realidade é bem outra. E não poderia ser diferente: gosto tanto de observar meus vizinhos de vida que me esqueço de mim. Não fosse o gosto de observar, eu não teria sido agraciado com a cena que passo a contar. Após o café e a leitura de toda manhã, prazeres sagrados, reservo uns minutinhos para gastar numa banca de revistas ao lado da cafeteria. Lá compro jornal às segundas e quartas, além de algumas revistas ao longo do mês. Pois foi nesses minutinhos que testemunhei uma cena linda. Uma mulher entra na banca, cumprimenta as atendentes e vai em direção da dona, a Almira, dizendo: “Dê cá um abraço que hoje eu tô precisando de calor humano!” E dá um longo abraço na dona. A mulher é funcionária de alguma loja vizinha – e funcionária da cozinha, pois estava com uma touca nada fashion na cabeça. Conversaram um pouquinho, a mulher perguntou quanto devia, reclamou de algumas revistas etc., e eu retardei o quanto pude minha permanência na banca apenas para acompanhar aquela manifestação espontânea de afeto, aquela lindeza de despojamento e simplicidade. Afetei desinteresse folheando disfarçadamente uma revista… De verdade, eu só tinha atenção para o que falavam as duas, para a beleza do ordinário que sempre irrompe sem aviso. Eu tive de sair antes que elas se despedissem, mas saí feliz de a manhã ter posto um sorriso na minha alma de forma tão gratuita e inesperada.

© Nota de canapé: Uma lindeza de canção do Caetano.


(2)


    Edna Freitass
    20 de fevereiro de 2012

    Tarlei,
    Ser flâneur é isso. Estar ali, e não ser visto.
    Beijos literários procê.
    Inté.
    Edna Freitass


    Tarlei
    22 de fevereiro de 2012

    Edna,
    Como diz você: bingo! Ser flâneur é isso: cultivar certa astúcia de camaleão. Cumpro a sina.
    Abs,
    Tarlei






© 2017 - ArteVida – A vida sem a arte é insustentável – Blog do Tarlei Martins - todos os direitos reservados
Design: V1 Digital - desenvolvido em WordPress